ENTRETENIMENTO A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO E DA ESPIRITUALIDADE

10 DICAS PARA WEBCOMICS

publicado em
https://digofreitas.com/10-dicas-para-webcomics-destrinchando/

1 – Saiba por que você quer fazer uma webcomic

Não adianta só querer e pronto. Tem que haver um motivo: Por que colocar seus quadrinhos na internet?

Você quer só mostrar para as pessoas o seu trabalho?

Ou quer que as outras pessoas o elogiem?

Quer que as outras pessoas o acompanhem?

Ou quer que elas também espalhem sua arte por aí?

Talvez até no futuro, ganhar dinheiro com seu trabalho?

Sempre tenha um objetivo antes de começar um projeto, e para as webcomics não é diferente. Se não tem um ainda, encontre! Um objetivo ajuda a se guiar quando os corrimãos da vida desaparecem. Tendo um, é só focar nele e tocar a andar. Mas também não fique muito tempo pensando onde vai pisar primeiro. Tenha uma noção de como fazer e saiba que durante o caminho tanto as formas de realizar como os caminhos podem mudar. E vão mudar.

2 – Tenha certeza disso

Até na situação mais simples, onde já se tem tudo pronto e só se quer colocar na internet de graça, parece que vai ser tudo sem custo, mas não vai. Você vai ter o trabalho de criar um blog gratuito e subir cada uma das páginas, e como “tempo é dinheiro”, meu amigo, isso é prejuízo.

Mas tenha sempre em mente que é também um investimento que é de suma importância para alcançar seu objetivo. Tempo é sua principal moeda de investimento aqui, saiba bem onde investi-lo.

Muitas vezes a sua vontade e interesse em produzir o conteúdo vão diminuir. Às vezes porque sua arte não está legal, às vezes porque ninguém acessa ou comenta, ou até porque só dá prejuízo. Nesse caso, como em um jogo de tabuleiro, faça isso: volte duas casas. Na Dica 1 você vai encontrar o seu caminho.

3 – Escolha um bom nome

Não tem nada mais chato que ver o site começar a crescer e descobrir que você deu um nome ruim a ele. Garanto que o arrependimento é grande! Tanto pode ser um nome sem graça, clichê, ofensivo ou que fique com URL difícil de lembrar, leve sempre em questão que o nome é a bandeira que seu trabalho irá carregar pra onde quer que for.

Inclusive, pense no que for mais intuitivo para a pessoa quando ela for tentar acessar seu endereço. Muitas vezes o que você criou não é nada intuitivo.

Nomes inventados podem ser difíceis de decorar, mas podem também grudar na cabeça. O uso de nomes com duas palavras geralmente funciona, mas tente não ser óbvio demais. O óbvio é tedioso.

4 – Monte um site agradável

A primeira coisa que as pessoas querem ver quando entram no seu site é… Advinha? Sua webcomic! Não a esconda, deixe-a mais visível possível e coloque as coisas acessíveis aos leitores. Algumas perguntas que você deve se fazer e verificar se são fáceis de responder só olhando rapidamente o site:

Onde comentar?

Onde mudar de postagem?

Quais são as redes sociais do site?

Como ver todas as tiras desta categoria?

Mesmo se não souber mexer com HTML e essas coisas, aprenda, porque uma hora ou outra você vai precisar. E evite usar muitas cores no modelo, porque se a sua webcomic já é colorida, a guerra cromática irá irritar a visão dos visitantes.

5 – Não queime a largada

Calma! Não divulgue seu site ainda! Já fez algum post? Mais de um?

Ninguém quer ver seu blog que tem UMA imagem, as pessoas querem ver seu trabalho! Se me perguntar, eu recomendaria pelo menos 5 postagens diárias para começar, mostrando que está atualizando. Isso incentivará a pessoa a “favoritar” seu site e visitar mais vezes. Eu sei que dá ansiedade, mas segurar um pouco vai ajudar seu site a crescer mais rápido.

6 – Valorize seu trabalho

Quando eu vejo alguém que não divulgar seu trabalho com orgulho eu fico muito preocupado. Se você não tem orgulho do que faz, você tem duas opções:

Descubra porque seu trabalho não o agrada e resolva o problema, ou…

Exclua seu site!

Sempre que for fazer alguma divulgação, divulgue com alegria, empolgação, mostre que é o melhor que você faz. Seu trabalho pode até não ser tão bom assim, mas ao mostrar que gosta dele, você convida mais pessoas a fazerem o mesmo. O contrário da frase anterior também é verdade, por isso tome muito cuidado.

Faça sempre boa propaganda da sua webcomics, afinal, se você não fizer, ninguém vai fazer por você.

7 – Seja responsável

Se tem uma coisa triste é webcomic que começa diária, vira semanal, mensal, bimestral e de repente some. Se você quer conquistar seu público, deixe ele ciente qual será o seu ritmo de atualizações. Mesmo que for mensal, faça de forma que as pessoas fiquem ansiosas pelo próximo post.

Não adianta seguir as regras anteriores, mas esquecer dessa e esperar que as pessoas continuem acompanhando seu trabalho. Perda de público já é uma coisa normal, para os irresponsáveis então, é quase impossível mantê-los.

Lembre-se: Quantas vezes você acessa um site até descobrir que ele parou de ser atualizado e desiste de visitá-lo?

8 – Seja legal

Trate as pessoas bem sempre, não importa o quanto você se ache melhor ou importante. Um público fiel é um público que se identifica com seu trabalho e suas opiniões. Se for para abordar algum tema mais pesado ou problemático, lembre-se de que o seu público pode se dividir em opiniões, causando inclusive perdas. Ser legal também atrai amizades de outros autores e artistas.

9 – Seja curioso

Não se acomode! Conheça coisas novas. Desenhistas novos, quadrinhos, livros, séries, filmes, músicas, jogos, etc. Tudo que for novo. E tudo que for velho também! Seu cérebro não tem capacidade máxima de armazenamento como um computador – mesmo que você não se lembre de tudo, o que for bom desse novo material vai se embrenhar e assentar na memória, não se preocupe.

Ser curioso não tem limite! Eu sei que a internet tem infinitas coisas para conhecer, mas sempre prefira coisas longe do computador.

10 – Desenhe

Não adianta querer aprender a desenhar melhor se não desenhar bastante. Se tem um segredo para desenhar melhor? Desenhar mais! Um bloquinho para rabiscar e um lápis ou caneta no bolso sempre, para anotar aquelas ideias geniais ou rabiscar uma pessoa, um cenário.

Mesmo que você não queira desenhar de forma realista, quanto mais desenhar, mais rápido ficará para fazer as coisas simples. Desenhando mais rápido, você economiza tempo. E lembra do que eu falei sobre o tempo?

Baixar em PDF