ENTRETENIMENTO A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO E DA ESPIRITUALIDADE

CHAME O AQUAMAN PARA A CEIA DE NATAL

(…e evite aquele parente chato)

É sério. Você não precisa passar a noite de Natal ao lado de gente que não te faz bem.

Por isso, é melhor ficar longe daquele parente insuportável – e guardar, sim, um lugar para o Aquaman.

O Aquaman, veja só, sabe muito bem o que é ser um herdeiro natural do trono, como filho verdadeiro da rainha, e abrir mão de todo poder, riqueza e majestade para viver no meio de quem sequer merece a presença dele. O Aquaman não se importa com títulos ou com gente que o quer servir. Ele está mais interessado nas relações humanas, em encontrar pessoas do bem e viver a alegria de cada dia. Como Jesus, que também veio para este mundo abrindo mão da Sua condição de Deus, para sujar os pés na Galileia, do lado de todo tipo de ser humano excluído. E que era feliz!

O Aquaman, perceba, é capaz de ouvir o que as pessoas tem a dizer e reflete sobre as suas opiniões – mudando de posição quando acha que está seguindo no caminho errado. Lembra quando a Mera tenta convencê-lo que precisa evitar uma guerra entre os atlantes e o povo da superfície? O Aquaman não quer saber de nada disso, mas depois muda de ideia quando percebe que inocentes podem morrer. Ou seja, quando chegou a hora certa, assumiu a missão que tinha que cumprir. Também como Jesus, que vivia rodeado de mulheres – quebrando um tabu da época em que viveu – e assumiu a missão que lhe foi reservada desde a fundação do mundo. E assim foi que o Filho de Deus reconciliou os homens com o Criador.

O Aquaman também é pessoa ideal para participar da ceia de Natal porque ele sabe respeitar os pais. O cara pode ser forte, musculoso, bad boy e tem a chance de morar em qualquer parte do planeta – e até fora dele. Mas sempre será o Arthur, que irá visitar o paizão, no farol, pra dividir uma cerveja e falar da saudade da mãe. E quanto respeito pela figura da mãe, não é? Porque depois que lhe contaram como ela morreu, o Aquaman não quis desrespeitar o família real e preferiu ficar na dele. Jesus aprovaria essas atitudes. Ora, até o Salvador se irritou num momento ou outro, como na vez que expulsou os vendedores do templo, mas honrou Maria e José até o fim da vida.

Sabe por que outros motivos o Aquaman é o convidado ideal pra ceia de Natal?

Porque ele gosta de festa. Foi só o povo pedir uma foto com ele, no boteco, que logo todo mundo estava junto curtindo o momento.

Porque ele mantém um coração misericordioso, que se arrepende até de não ter ajudado os inimigos e que não guarda rancor do irmão que queria matá-lo.

Porque ele é capaz de unir os povos mais diferentes em torno de um só ideal.

E, segundo a Bíblia, Jesus também curtia uma festa, também pregou o amor pelos outros – até pelos inimigos – e tem o poder de unir os mais diferentes povos.

É muito melhor ter o Aquaman à mesa que aquele parente chato, que parece o Orm, irmão do herói. Tipo aquele tio ou aquela tia que só fica procurando defeito, que quer se vingar de todo mundo e que fica espalhando mentiras para separar as pessoas. Gente nojenta… Porque por mais corretas que sejam as motivações, não é assim que as coisas funcionam. Quem gosta de colocar defeito, de vingança e de divisão é o diabo. Que pode ter cara de peixe, quem diria…

Sabe quem também não é bom ter ao lado, na ceia de Natal? Aquela pessoa que, literalmente, solta fogo pelos olhos. Tipo o Arraia Negra. Gente que pode até não falar, mas cujo olhar diz muita coisa. É um povo cheio de justiça própria, que gosta de roubar o que o outro tem de mais importante e que acha que pode viver sozinho. Quem é assim também não se encontrou com Deus, não. Porque não basta ter muita força se isso é canalizado para o mal. Sai fora, cheiro de podre.

Então, celebre o nascimento de Jesus com a companhia do Aquaman. Ou ao lado de gente como ele, que nos mostra um pouco do caráter de Cristo.

Feliz Natal!

Baixar em PDF