ENTRETENIMENTO A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO E DA ESPIRITUALIDADE

JESUS CRISTO ERA UM MUTANTE?

Publicado no Jamesons

Por Marcos Heck

Jesus Cristo é peça central da Bíblia.

Pois bem, mas isso é o que consta na Bíblia. Mas e se no Universo Marvel dos quadrinhos Jesus Cristo for algo diferente? Lembrando que a Marvel tem o histórico de “brincar” com diversas mitologias.

O próprio Thor é um personagem originalmente criado na mitologia nórdica e que foi adaptado para o Universo por Stan Lee e Jack Kirby lá na década de 60. Outros panteões, como os olimpianos e egípcios, também aparecem frequentemente nas HQs.

O conceito de céu e inferno, com anjos e demônios, também existe no Universo Marvel. Esses elementos costumam ser peças muito importantes nas histórias do Motoqueiro Fantasma, por exemplo, cuja origem envolve Mefisto (um demônio) e Zadkiel, um anjo corrompido que se aliou a Lúcifer.

Sim, as tramas são complexas pois envolvem histórias publicadas ao longo dos dezenas de anos da Marvel e que foram escritas por autores diferentes.

Recentemente, na mais nova revista do Motoqueiro Fantasma, escrita por Ed Brisson (Novos Mutantes) e desenhada por Aaron Kuder (Quarteto Fantástico), a Marvel estabeleceu e diferenciou os nove reinos infernais, cada um comandado por um demônio diferente.

Mas, Jesus Cristo era um mutante?

Aí nós chegamos em Jesus Cristo. Entre as edições Fabulosos X-Men #429 e #434, publicadas originalmente entre 2003 e 2004, há uma revelação sobre o Universo Marvel que pode causar essa interpretação. Foi durante a fase do escritor Chuck Austen.

Foi no arco chamado “Draco”, onde é revelada a identidade do pai do Noturno. Na ocasião, descobrimos que ele é filho de Azazel, um dos Lordes que comanda um Reino Infernal.

Mais do que isso, ele existe desde os tempos bíblicos. Ou seja, centenas de anos atrás ele era um mutante com aparência de um demônio, que vivia na Terra.

Essa história revela também que, na época, ele foi enfrentado por outros mutantes, que possuíam asas e tinham o visual que conhecemos como Anjos, muito semelhante ao próprio Anjo, um dos fundadores dos X-Men. Ao final, Azazel foi exilado para um mundo infernal que dominou e passou a comandar.

Bom, se o diabo era um mutante e os anjos também, o que isso diz sobre Jesus Cristo, que conforme a Bíblia tinha a capacidade de multiplicar pães, transformar água em vinho, curar os doentes e até caminhar sobre a água?

Em uma história do Surfista Prateado, publicada em 1996, com roteiro de Stan Lee e arte de George Perez, é revelado que a Estrela de Belém, que sinalizou o nascimento de Jesus, foi um evento cósmico de grande escala no espaço.

O que combina com a trama de Thor #293, de 1980, quando um novo Ragnarok no Panteão Divino também foi um evento cósmico de grandes proporções, que ocorreu em simultâneo ao nascimento de Jesus Cristo.

Ou seja, todo o Universo Marvel está conectado. É tudo uma tapeçaria que vai se complementando. Na revista Novíssimos X-Men #37, lançada em 2014, apesar do tom (supostamente) de piada, Emma Frost em conversa com Jean Grey, fala que Jesus era mutante.

A Marvel nunca foi incisiva em dizer claramente que Jesus Cristo era um mutante nos quadrinhos – o que poderia despertar a fúria de muitos crentes, devido ao uso que entendem como inadequado da figura de Cristo.

Caso Jesus, algum dia, venha a ser oficializado como mutante, ele não seria o primeiro mutante bíblico do Universo Marvel. Os vilões Apocalipse e Selene são hoje os mais velhos.

Enquanto Apocalipse nasceu cerca de 3 mil anos antes de Jesus, Selene é ainda mais velha, tendo surgido 15 mil anos antes de Cristo.

Mas e você, o que acha disso tudo? Gostaria de ver a Marvel desenvolvendo uma história mostrando as aventuras de Jesus contra Azazel há 2 mil anos ?

Baixar em PDF